domingo, 28 de agosto de 2016

ESCOLA ESPECIAL PARA SURDOS FREI PACÍFICO COMEMORA 60 ANOS

ESCOLA ESPECIAL PARA SURDOS FREI PACÍFICO COMEMORA 60 ANOS

Veja o vídeo institucional comemorativo:
video


quinta-feira, 25 de agosto de 2016

domingo, 14 de agosto de 2016

CONVITE PARA REUNIÃO DA REDE PARTENON – 16/08/2016

DATA: 16/08/2016
HORA: 14h
LOCAL: Av. Bento Gonçalves, 3722

PAUTA: 
EJA – Educação de Jovens e Adultos e o PROJOVEM


CONVIDADAS:
Coordenador da EJA da EMEF Marcírio Goulart Loureiro,
Coordenador da EJA da EMEF Judith Macedo de Araújo e
Coordenador do PROJOVEM da Lomba do Pinheiro

terça-feira, 2 de agosto de 2016

RELATO DA REUNIÃO DA REDE PARTENON DE 19/07/2016

Pauta: Mediação de conflitos

Convidados: Josi Magalhães e Gabriel Zugno que apresentaram o CEJUSC – Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania.
Jose e Gabriel apresentando o CEJUSC do Partenon

O CEJUSC  é  um serviço a disposição da comunidade que visa solucionar conflitos. Mais do que a definição de um Juiz, é uma possibilidade de construir acordos pelas próprias pessoas envolvidas. Na prática informa-se o caso na secretaria da CEJUSC e é agendada uma reunião. Para essa reunião não necessita de advogado. A reunião ocorre em uma mesa redonda, em que todas as pessoas envolvidas estão no mesmo patamar. Não tem custas. O que é acordado na reunião o juiz posteriormente homologa e vira “lei”. Os mediadores se obrigam a confidencialidade e sigilo das informações (salvo se for informado algum crime).  São imparciais e procuram manter equilíbrio na reunião. Não permitem que apenas um lado apresente um advogado. Se isso acontecer, buscam um defensor público para a outra parte.
A atenção da audiência na reunião.

Todos os procedimentos são transparentes, as partes são sempre consultadas. Todo o procedimento é feito com diálogo. Os mediadores são voluntários, fazem curso preparatório e desenvolvem técnicas com o objetivo de solucionar os conflitos. Uma dessas técnicas é o teste da verdade, no qual os mediadores se certificam se as pessoas tem condições de cumprir o que foi acordado.
O grupo ao final da reunião.

Informe: A Casa do Cataventos (Vila São Pedro, rua 4 nº 485) comemorou 5 anos de atividades, no último dia 23 de julho.